promessas de ano novo

Saiba tudo que você precisa fazer para manter a linha e não perder o foco da boa alimentação

*Por Daniela Meira

Ano novo, vida nova. Quem já não fez esta afirmação? A gente faz uma lista de ações para o ano todo e tornar nossa vida mais feliz e compra uma agenda bem bacana e… no ano seguinte, quase na mesma data, as mesmas promessas são feitas e outra agenda comprada! E entre essa lista de promessas estão os recordistas: parar de fumar, beber menos, fazer uma atividade física, guardar dinheiro, incluir alimentos saudáveis em todas as refeições e… emagrecer! Pensando neste último desejo, relacionei alguns lembretes para facilitar seu dia-a-dia!

REVEILLON- DEZ/2013 - PRAIA DE COPACABANA/ RJ

REVEILLON- DEZ/2013 – PRAIA DE COPACABANA/ RJ

1) O primeiro deles tem que ser respeitado sempre, para não haver frustação depois. Estabeleça metas possíveis. Por que você quer emagrecer 10 kg já? Não é melhor fazer um plano dividindo estes 10 kg em meses? É mais seguro emagrecer menos por mês, mas constantemente. Se pensar em 2 kg por mês está de bom tamanho. Coloque então na sua lista que em cinco meses você terá perdido 10 kg. E está mais que provado que se emagrecer rápido demais poderá ganhar todos os quilos perdidos rápido também.

2) Fuja das dietas milagrosas, da moda ou da vizinha que emagreceu e ficou linda. A única forma de emagrecer com saúde e de verdade, sem voltar ao peso antigo, é fazer uma alimentação balanceada. Quando a gente faz dieta com restrição calórica nosso metabolismo muda, desacelera. E sabe o que isso significa? Que você terá que comer menos ainda para perder peso! Sim! Seu corpo trabalha de acordo com a aceleração do metabolismo. Se ele desacelerou, ficou mais lento, precisa de menos calorias para mantê-lo! Acelere isso!

3) Traga cor e sabor para suas refeições. Uma alimentação monótona e com pouca variedade de alimentos traz os mesmos nutrientes sempre. Ou seja, o nutriente que faltar vai faltar sempre, mesmo que você coma alface e tomate todos os dias. Nutrientes como o ferro da beterraba ou vitamina A da cenoura não estarão presentes na sua refeição. Você pode fazer o seguinte, veja quais os legumes e verduras que você gosta ou que consegue comer e coloque um de cada por dia. Um dia você come cenoura, no outro brócolis, depois couve refogada e assim por diante. Outra coisa… tente mudar o tempero. Um molho de iogurte e hortelã num dia, mel e mostarda no outro, azeite, sal e pimenta, redução de aceto balsâmico. Ervas frescas bem picadinhas. Tudo isso muda o sabor rotineiro da refeição, traz nutrientes diferentes e torna sua alimentação mais prazerosa.

4) Planeje mentalmente suas refeições. Se você consegue fazer 3 refeições por dia e mais dois lanches entre as principais refeições, ótimo. Caso não consiga, tente respeitar as três principais e quando puder, inclua um lanche à tarde. Essas refeições de três em três horas mantém seu metabolismo funcionando o dia inteiro, aumenta a saciedade, diminuindo a fome fora de hora, e impede que você exagere nas grandes refeições. Uma barrinha de cereais na bolsa pode saciar sua vontade de comer um doce ou sua vontade de comer “uma coisinha” e quando chegar em casa, depois do trabalho, você não estará azul de fome!

5) Tente não ter em casa quitutes e tentações. Se não tiver na geladeira um bolo, será mais fácil não comê-lo! Se você não mora sozinha, seu marido ou filhos gostam de bolo para comer à tarde, lembre-se que o bolo é deles e não te pertence! Vale fazer um esforço e olhar os quitutes e tentações como seus inimigos do final do mês. É neste momento que você vai perceber que está mais feliz por que conseguiu vestir aquela calça que estava apertada. Pense comigo… O prazer de comer aquele pedaço de bolo é momentâneo. Você esta feliz enquanto come o bolo. O prazer de vestir uma calça que antes estava apertada vai durar o tempo todo que você estiver vestindo a calça. Este prazer dura muito mais tempo! Qual prazer você prefere?

6) Nesta reeducação alimentar você pode dar umas escapadas na alimentação de vez em quando. Vai tomar uma cervejinha com os amigos, comer um croquete no happy hour. Planeje estas escapadas. Por exemplo, no primeiro mês, recomendo não escapar nenhum dia, pois você está reprogramando seu metabolismo e isso leva um tempinho. No segundo mês, dê umas duas escapadas, mas planeje. Veja como estão seus dias e que tipo de compromisso você tem marcado. Vá em todos os compromissos, mas escape só em dois. E me faça um favor, no dia seguinte observe seu corpo. Veja se você amanheceu inchada, indisposta, pesada. Essa análise ajuda na hora das escapadas e faz você pensar duas vezes antes de comer uma coxinha!

7) O nosso corpo pode variar de peso de um dia para outro. Que tal se pesar apenas uma vez por mês? Na hora de se pesar, tente fazê-lo no mesmo horário e se possível, sem roupa. Se você não tem balança em casa, tente se pesar sempre no mesmo local. As balanças podem variar o resultado de uma para outra.

8) Persista nos seus objetivos. Se você não resistiu e saiu da dieta, se o peso estacionou por alguns dias ou a baixa nos quilos ficou muito abaixo da esperada, não desista! Isso acontece com todas as pessoas que estão no processo de emagrecimento! A diferença entre a pessoa que atinge o objetivo e aquela que está a todo o momento reiniciando é que a primeira não desistiu.

9) Praticar exercícios físicos é claro que ajuda neste processo de emagrecer e de ter uma vida mais saudável. Mas, se não dá para fazer uma academia tente alguns exercícios em casa mesmo. Requer disposição e força de vontade eu sei, mas você não está tentando mudar? Pular corda, subir escada, caminhar até a padaria podem ser práticas simples, mas se forem constantes, aceleram seu metabolismo e ajudam o seu dia ficar mais gostoso!

10) Outra coisa importante… Às vezes a sensação de estar com fome pode ser sede! Antes de pegar um negocinho para comer, beba um copo de água, espere 15 minutos e veja se a fome foi embora.

Agora vou colocar outros lembretes que podem te ajudar a decidir o que comer e a manter sua promessa de ano novo sempre em dia!

Eu prometo que vou tentar comer ou beber:
uma porção de espinafre por semana
– uma maçã por dia
– três bananas por semana
– uma colher de mel todos os dias
– uma porção de frutas vermelhas por semana
– uma porção de castanhas, nozes, amêndoas ou avelãs por semana
– melancia e melão sempre que puder
– suco verde de couve com limão três vezes por semana
– inhame cozido uma vez por semana
– feijão, lentilha ou grão de bico três vezes por semana
– linhaça, chia, quinoa sempre que puder
– um pedaço de bolo ou torta doce uma vez por semana
– uma cervejinha ou caipirinha com os amigos duas vezes por mês
– duas porções de peixe por semana
– carne vermelha sem gordura duas vezes por semana
– frango ou carne de porco, três vezes por semana
– mais grelhados e assados
– menos frituras, gorduras, creme de leite
– menos cafeína, refrigerantes, açúcar e sal
– mais verduras, legumes, sopas e sucos frescos
– mais gelatina
– dois pedaços de pizza de qualquer sabor a cada quinze dias
– menos queijos amarelos e mais queijos brancos e quando puder: tofu
– menos embutidos ou enlatados
– mais leves e frescos! 

E para finalizar…

Feliz 2014 todos os dias!*Daniela Meira é nutricionista e produtora de culinária do programa Mais Você. Para saber mais receitas e outras dicas de alimentação, conheça o blog Informações à Mesa (http://danielameira.blogspot.com)

TRUQUES QUE PROMETEM SECAR A BARRIGA EM DOIS DIAS

Não se trata de uma dieta, e sim dos  primeiros 7 passos rumo a uma reeducação alimentar. Se hidratar, incorporar fibras na dieta, diminuir a quantidade de iodo  e etc, além de acabar com a sua barriguinha vai  trazer benefícios incalculáveis  para a sua pele, e saúde em geral! 

Vamos juntas?

1. Aposte na hidratação – Resultado em 2 dias

O que fazer: No almoço e no jantar, coma 3 colheres (sopa) de vegetais crucíferos – couve, brócolis e couve-de-bruxelas – e, no dia a dia, aumente a ingestão de água. Para saber quanto tomar diariamente, multiplique seu peso por 35 ml. Exemplo do cálculo para quem pesa 60 kg: 35 x 60 = 2100 ml. Ou seja, 2,1 litros.

Por que beber água ajuda a secar a barriga?

A retenção líquida infla a região. “Tomar a quantidade certa de água estimula o funcionamento dos rins e combate o problema”, explica a nutricionista Adriana Ávila. Também vale hidratar-se com sucos, água de coco e frutas, como melão e melancia. Turbinar o consumo dos vegetais citados também ajuda. “Eles são ricos em vitamina C, flavonoides e glucosinolato, substâncias que estimulam os rins a funcionar melhor, eliminando os líquidos mais facilmente”, diz a nutricionista Eliane Tagliari.

2. Máscara de  argila verde – Resultado em até 7 dias

O que fazer: Uma vez ao dia, aplique argila verde (vendida em loja de produtos naturais) no abdome e deixe agir por meia hora. Retire com água e, em seguida, use um creme hidratante para massagear a região, com movimentos circulares, por cerca de dez minutos.

Por que seca a barriga? “A argila verde é rica em oligoelementos que combatem o acúmulo de líquidos e estimulam a circulação sanguínea”, explica a cosmetóloga Patrícia Camacam. O resultado é tão bom que em apenas uma semana de tratamento é possível reduzir até 3 cm da circunferência abdominal. Antes de iniciar o procedimento, tenha certeza absoluta de que você não é alérgica ao produto. Como? “Aplique um pouco de argila verde no braço e deixe ela agir por uma hora. Não sentiu coceira ou vermelhidão? Então, vá em frente!”, orienta Patrícia.

3. Diminua o consumo de leite – Resultados em 7 dias

O que fazer? Diminua o consumo de leite e derivados.

Por que seca a barriga? A maioria dos adultos já não produz mais a lactase, enzima necessária à digestão da proteína do leite. Logo, ele fermenta no intestino e causa gases, deixando o abdome volumoso. Ao reduzir a ingestão da bebida e seus derivados, o problema desaparece. Como fonte de cálcio, aposte em brócolis, espinafre e amêndoas.

4. Evite o sal – Resultado em 3 dias

O que fazer? Suspenda o consumo de sal. Mas, segundo a nutricionista funcional Flávia Cyfer, só isso não basta. É preciso vetar também as fontes de grande quantidade de sódio: salgadinhos industrializados, caldos de carne e de galinha, macarrão instantâneo, temperos prontos, bolachas e refrigerantes (especialmente light).

Por que seca a barriga? O sal tende a puxar o líquido de dentro da célula para fora, causando inchaço no corpo. Cortar esse ingrediente ajuda a diminuir tal processo e a definir o abdome.

5. Carboidratos, só integrais – Resultado em 4 dias

O que fazer? Substitua o açúcar por xarope de agaze (adoçante natural extraído do cactus e vendido em loja de produtos naturais) e troque a farinha branca, o arroz branco e o pão por suas versões integrais.

Por que seca a barriga? Expulsar os refinados da dieta impede que haja uma grande liberação de insulina pelo organismo, responsável pelo acúmulo de gordura

6. Aumente o consumo de fibras – Resultados em 5 dias

O que fazer? Coma de 20 g a 30 g de fibras diariamente. Onde encontrá-las? Comece com 3 colheres (sopa) de granola ou aveia no café da manhã. No almoço e no jantar, invista nos vegetais e legumes. “Prefira-os crus e evite cortá-los em pedaços muito pequenos para não perder parte das fibras”, diz Adriana. Não esqueça das frutas: coma de três a cinco porções todos os dias.

Por que seca a barriga? O mau funcionamento do intestino pode ser o responsável pela barriguinha saliente e as fibras atuam nesse quadro. Afinal, elas aumentam o volume do bolo fecal e facilitam a evacuação.

7. Beba chá de cavalinha e hibiscos – Resultado em 4 dias

O que fazer? Ferva 1 litro de água. Ao desligar o fogo, acrescente 1 colher (sopa) de cavalinha e 1 de hibiscos – sempre ervas secas. Abafe por alguns minutos e coe. Tome todo o chá ao longo do dia. Se quiser, pode batê-lo no liquidificador com uma rodela grossa de abacaxi e capim-limão a gosto. Para potencializar o resultado, tome 2 litros de água por dia. Grávidas, lactantes, hipertensos e pessoas que já fazem uso de diuréticos não devem ingerir a bebida.

Por que seca a barriga? Com efeito diurético, o chá colabora para a eliminação do excesso de líquidos do corpo e, consequentemente, de volume na barriga. Além disso, a cavalinha é rica em silício, mineral que ajuda a combater a flacidez

CHÁ VERMELHO

O chá vermelho é mais eficiente do que os chás verde e branco

Chá vermelho devora a gordura e desintoxica o organismo

O chá vermelho é derivado da mesma planta dos chás verde e branco, mas suas propriedades são mais intensificadas. Segundo a nutricionista Francine Schmidt, esse chá é conhecido como ‘devorador de gorduras’, pois seu ponto forte é acelerar o metabolismo do fígado, o que ajuda a queimar gordura, em vez de armazená-la. Mas o chá vermelho tem outros benefícios importantes para quem está de dieta: “Ele desintoxica o organismo, é antidepressivo e facilita a digestão”, diz a nutricionista ortomolecular Fernanda Machado Soares. Além disso, o chá é rico em vitamina C, sais minerais e antioxidantes que combatem o aumento do colesterol ruim. A bebida também reforça o sistema imunológico e evita a retenção de líquidos! O consumo ideal é de no máximo quatro xícaras por dia, e até as 16 h, pois a cafeína pode provocar insônia e até ansiedade noturna. Gestantes e pessoas com gastrite também devem evitá-lo. Abaixo, uma seleção de produtos.

EU USO E APROVO…A ÚNICA OBSERVAÇÃO QUE FAÇO É TOMAR ATÉ 19:00. DEPOIS DESSE HORÁRIO PODE REFLETIR EM INSÔNIAS.

Lasanha De Berinjela Light

 

Uma refeição prática, saborosa e bem levinha.

Ingredientes
Instruções
  1. Lave e corte a berinjela em rodelas bem fininhas com a casca.
  2. Em uma assadeira antiaderente, distribua as rodelas de berinjela e regue com um fio de azeite extra virgem. Leve ao forno por uns 15 minutos só pra dar uma pré-cozida.
  3. Depois de pronta a berinjela, pegue um recipiente que possa ir ao forno e comece a montagem do prato (use um recipiente pequeno pra que o prato fique mais alto, com várias camadas). Inicie com um pouco do molho de tomate no fundo e depois as berinjelas, mais molho e um pouco do cottage. Siga a ordem de berinjela + molho + cottage nas demais camadas.
  4. Termine com o cottage. Sobre esse cottage coloque as 2 fatias de mussarela só pra dar um charme e derreter. Rasgue elas com as mãos e distribua em cima da última camada.
  5. Leve ao forno médio por aproximadamente 20 minutos.
  6. Essa medida feita com uma berinjela, dá 3 porções de bom tamanho. Bom apetite.

semana–dieta chinesa

Olá, pessoas queridas…hoje me encontro no 2º dia de dieta chinesa e seguindo firme e forte!. De ontem (24/06/2013) pra hoje perdi exatamente 1kg…Estou mega feliz e com muita vontade de continuar…Sei que vale muito a pena, não é um esforço é uma alimentação sadia, saudável….A dieta chinesa equilibra o corpo, fortalece o organismo…

Os chineses também dão importância ao equilíbrio yin e yang quando o assunto é alimentação. Em sua gastronomia, eles fazem questão de que água, terra, fogo, madeira e metal – que são os cinco elementos da natureza – estejam presentes no prato. Isso porque correspondem, respectivamente, aos sabores salgado, doce, amargo, ácido e picante. No dia a dia, o resultado desse conceito é um cardápio muito balanceado.

a medida certa
Na alimentação dos chineses, a quantidade de carboidratos, proteínas e gorduras tem que ser exata. Além disso, o consumo de carne deve ser baixo. A proteína animal consumida por eles origina-se dos peixes e das algas. Já os vegetais precisam estar presentes em todas as refeições diárias. Um dos conselhos para quem deseja se aventurar na Dieta Chinesa é experimentar novos legumes, verduras e grãos integrais. Isso garante a ingestão de vitaminas, minerais e fibras, fundamentais para o bom funcionamento do intestino.
Muitas cores
Você também deve dar preferência à montagem de pratos coloridos, pois tornam as refeições mais atrativas. Outra dica é diminuir o consumo de queijos amarelos e carnes, principalmente as vermelhas, que são muito calóricas. Por fim, nas refeições principais, inclua pelo menos três colheres (sopa) de vegetais crus ou cozidos, que promovem a saciedade.
Dicas da medicina chinesa para emagrecer
• De acordo com a filosofia oriental, tomar um copo de água morna pela manhã, em jejum, tira a ansiedade e a vontade de comer doces.
• Quando o estômago está frio, ele não digere, estufando e absorvendo mal os alimentos. Quando está quente, ele tem equilíbrio, boa atividade e gera saciedade.
• Faça pratos sempre coloridos, pois cada cor e sabor tonifica os órgãos.
• Em dias quentes, prefira alimentos refrescantes, como frutas, cenoura e batata. Nos dias frios, prefira as carnes, tomate, sopa e muita pimenta.


• A refeição deve ser feitas em um momento agradável e calmo.
• A última refeição do dia deve ser feita antes das 18h.
• Coma pouca carne, especialmente à noite.
• Os alimentos crus são muito difíceis de digerir. Portanto, o correto é consumi-los cozidos.
• Tome muita água quente e chá.
Segredinho oriental
Segundo os chineses, a energia circula pelo corpo e passa pelo estômago às 9h da manhã. A partir desse horário, o organismo está preparado para receber o alimento. Por isso, a melhor refeição deve ser o almoço.

 

indicação para leitura:

Recheado de histórias fascinantes sobre uma cultura milenar, e de receitas simples de dar água na boca, “Por que as Chinesas não Contam Calorias” traz tudo o que é preciso para mudar para sempre a relação com a comida. Aqueles que acham que a dieta chinesa se resume a rolinho primavera, frango xadrez e porco agridoce, ao lerem o livro terão uma deliciosa e saudável surpresa. Da autora Lourene Clissold, o livro é um lançamento da Editora Fontanar..

Meta pra esse mês

Bem, passou a páscoa…e com ela ganhei vários quilos extras..Verdade verdadeira…engordei…Comi chocolates demais…!

Mas nada como um mês que começa bem em uma segunda feira pra fazer  acordarmos pra vida….Fiz um desafio e estipulei 3 metas pra esse mês:

  1. Passar 2 meses sem comer chocolates, e nem nada que contenha chocolates;
  2. Perder a curto prazo 5 kgs
  3. Perder à longo prazo 10 kgs (pelo menos 3 meses)

 

Essa semana vou fazer a dieta desintoxicante DETOX, pra fazer uma faxina e eliminar essas benditas toxinas adquiridas pelo acúmulo de gordura do chocolate.

Uma semana sem laticinios, corantes, produtos artificiais…Bem, é uma necessidade!

 

meta abril

Bela Páscoa!

Bem a páscoa nem chegou e já sofro com as consequências dela.

Sou chocólatra assumida e estava curada. Isso mesmo, passei meses sem nem experimentar chocolates.

Mas, fui inserindo aos poucos coisas que não estava acostumada a comer e essa semana abusei nos chocolates. Abusei mesmo, comi chocolates todos os dias e o pior em grandes quantidades, praticamente 200g/ dia…um absurdo né…

Pois é, quando fazemos certas extravagâncias, temos ciência que a conta chega…Ou seja, o que você faz de bem pro seu corpo ele te dá o retorno, visualmente e internamente….e o que você faz de mal também. Tive uma noite péssima, estou me sentindo pesada, com gases, desconforto abdominal, inchada, mal humorada….Com certeza, o corpo está cheio de toxinas, a minha pele que estava bonita ficou feia…Então, essa é uma semana de emergência, de faxina…Sempre que isso acontece eu recorro a DETOX…e isso vem me mantendo bem, com meu peso ideal e em poucos dias eu recupero o bem estar…

 

Dieta detox recupera a pele em três dias após as festas

Após os exageros de festas e comilanças desenfreada é comum que a pele apresente traços de oleosidade, opacidade e perda de viço, reflexo das toxinas presentes no organismo graças a alimentos pesados e, sobretudo, gordurosos, que comprometem a saúde e beleza da cútis. A boa notícia é que manter a linha por, no mínimo, três dias após a comilança, seguindo uma dieta desintoxicante, pode reduzir os danos provocados pela má alimentação.
Composta basicamente por alimentos diuréticos, sem adição de corantes ou açúcares, a dieta detox, como também é conhecida, ajuda a manter a saúde da cútis, e ainda auxilia a eliminar aqueles quilinhos extras. “Ela melhora, principalmente, o edema e sinais inflamatórios causados pelas toxinas dos alimentos, melhorando hidratação e oleosidade da pele”, explica André Veinert, médico e nutrólogo da Clínica HealthMe Gerenciamento de Peso.

A dieta detox promete resultados porque não se restringe apenas à quantidade do que é consumido, mas principalmente, à qualidade dos alimentos. “Ela é uma dieta livre de corantes, conservantes, carne vermelha, açúcar e farinha branca”, ressalta o médico. Assim, refrigerantes e alimentos industrializados, que contêm uma grande quantidade de toxinas, estão fora do cardápio.

Melão, melancia, mamão papaia e abacaxi, erva doce, limão, couve, hortelã e hortaliças são indispensáveis no cardápio desintoxicante. “Tais alimentos possuem características diuréticas e ainda são ricos em nutrientes, por isso, aceleram o processo de eliminação de toxinas pelos rins e fígado”, explica Liliane Oppermann, médica nutróloga e diretora da Associação Médica Brasileira de Ortomolecular (AMBO). Ingerir de dois a três litros de água por dia, levando em conta o consumo de chás do tipo verde e branco, também é fundamental nesta dieta.

 

  • Dia 1

    Desjejum:
    Suco verde
    1h depois: papaia com 3 nozes ou macadâmia, castanha,  amêndoa.
    Almoço:
    Entrada: saladão de endívia com cenoura ralada e 1 colher se sopa de uma semente (girassol, abóbora ou nozes, amêndoas, castanhas)
    Molho: azeite, limão, mel e mostarda.
    Prato principal: macarrão de abobrinha verde com molho tomate.
    Lanche da tarde:
    1 porção de fruta (Ex: 1 fatia de abacaxi da espessura de 2 dedos com raspinhas de limão).
    Jantar:
    Sopa de couve-flor com alho poró.

  • Dia 2

    Desjejum:
    Suco verde
    1h depois: ½ papaia com 3 amêndoas
    Almoço:
    Entrada: salada mix de folhas verdes (Ex: rúcula, agrião, alface, alface roxa) com tomates cereja e um tipo de semente.
    Molho de ervas: azeite, salsa, cebolinha, tomilho, limão e  um pouquinho de água. Bater tudo no liquidificador. Passar em uma peneirinha.
    Prato principal: hambúrguer de quinoa com legumes no vapor.
    Lanche:
    Porção de fruta (sugestão: 1 maçã no forno)
    Jantar:
    Sopa de chuchu.

  • Dia 3

    Desjejum:
    Suco verde
    1h depois: ½ papaia com 3 nozes.
    Almoço:
    Entrada: salada de chicória com figo (fruta in natura)
    Molho: azeite e limão
    Prato principal: lasanha de berinjela.
    Lanche da tarde:
    1 banana assada no forno
    Jantar:
    Sopa de abobrinha com raspa de limão siciliano.

  • Dia 4

    Desjejum:
    Suco verde
    1h depois: ½ papaia com 3 castanhas do Pará.
    Almoço:
    Entrada: salada de  alface roxa com brócolis, couve-flor (ralados e crus) e 1/2 maçã verde ralada.
    Molho: limão e azeite
    Prato principal: risoto de shitake (1 xícara de chá de risoto)
    Lanche:
    Pera em compota
    Jantar:
    Sopa de brócolis.

  • Dia 5

    Desjejum:
    Suco verde
    1h depois: ½ papaia com 3 macadâmia.
    Almoço:
    Entrada: salada de rúcula com tomates cerejas.
    Molho de manjericão: azeite, limão e manjericão. Bater tudo no liquidificador com um pouco de água.
    Prato principal: panqueca de quinoa.
    Lanche:
    3 torradas sem glúten e 1 colher de pasta de soja e chá.
    Jantar:
    Sopa de espinafre.

  • Dia 6

    Desjejum:
    Suco verde
    1h  depois: ½ papaia batido com 1 copo de água, 3 amêndoas e 1 colher de chá de linhaça dourada.
    1h depois: chá de alcachofra.
    Almoço:
    Sopa de grão de bico (bem ralinha). Quantidade: 4 conchas.
    Intercalar tomando chá de alcachofra e centelha asiática.
    Jantar:
    Sopa de legumes.
    *Beber ao longo do dia no mínimo 3 litros de chá de abacazo (casca cozida) ou chá branco ou chá verde.

  • Dia 7

    Desjejum:
    Suco verde
    1h depois: ½ papaia com  3 nozes
    Almoço:
    Entrada: mix folhas com semente de abóbora
    Molho: azeite e limão
    Prato principal: 1 xícara de chá de lentilha com alho poró
    Lanche:
    2 fatias de melão
    Jantar:
    Sopa de tomates