Alimentar-se X Comer

X

Alimentar-se significa nutrir-se. Um hábito diário, que envolve várias refeições com intervalos de 3-4 horas; seu objetivo é alimentar o organismo de todos os nutrientes básicos de sustentação da vida. São eles os carboidratos (energia), proteínas (construção celular), gorduras nutricionais (equilíbrio hormonal), vitaminas, enzimas, sais minerais, antioxidantes e outros mais.
Entretanto, comer significa, segundo o Aurélio, colocar qualquer coisa goela abaixo. Bela diferença!
Pensemos na seguinte situação: um concurso para selecionar o responsável pelo cardápio diário de um colégio interno – do primeiro ano até o nível médio.
Depois de uma avaliação prévia, ficaram como finalistas um cozinheiro e um médico. A prova final consistirá no preparo de um cardápio, cujo fundamento é: o que mais vai agradar as crianças e adolescentes.
Antes de servir as refeições, cada um dos concorrentes deverá fazer um discurso para os estudantes, sobre a sua profissão e os motivos pelos quais eles avaliam seus pratos como importantes para os alunos.
Para julgar e pontuar, o diretor do colégio selecionou um grupo de alunos. Assim, a decisão final irá eleger qual dos dois concorrentes: o médico ou o cozinheiro, será o responsável pelo cardápio diário dos alunos.
O médico, com sua formação, sabe quais são os alimentos mais nutritivos e suas combinações, os mais adequados para a boa formação das crianças. Seus pratos são baseados em alimentos integrais, muitas verduras, legumes e frutas, nada de frituras, açúcar, congelados ou industrializados.
O cozinheiro, bastante interessado em agradar as papilas dos jurados, apresentou gostosas sobremesas açucaradas, frituras e tudo muito colorido artificialmente.
Com relação ao discurso de cada concorrente, o médico falou de saúde, disposição, vitalidade, capacidade de concentração e a necessidade de se prevenir doenças como a anemia, diabetes, osteoporose, obesidade e doenças cardiovasculares: faço isso meninos, com o firme propósito de lhes proporcionar muita saúde.
Já o cozinheiro disse: não desejo preparar para vocês comidas difíceis de mastigar, com sabores estranhos, nem alpiste, nem mato. Minha comida é linda, brilhante, tem muito sabor e aroma, que chega lá na sala de aula, antes mesmo de vocês chegarem na cantina. Vocês são jovens e não tem sentido se privarem de tanta coisa gostosa só para se prevenir de doenças que vão acontecer, se acontecerem, daqui a muitos anos.
Quem vocês acham que as crianças escolheriam?
Aquele que proporciona sabedoria, saúde e consciência, ou aquele que somente proporciona praticidade e prazer?
O fato é que: O PRAZER isolado NÃO é objeto do conhecimento.
Entretanto, o BEM É objeto do conhecimento.
Assim, o ato de alimentar-se é um BEM, pois neste ato podemos nos deleitar com o prazer dos sabores, aromas e texturas naturais, e ao mesmo tempo promover estados de saúde, lucidez e maior consciência.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s